A questão por trás da cobrança mínima no cartão

A proibição da exigência de valor mínimo para compras com cartão prejudica o varejo, diz FecomercioSP

Desde o dia 19 de janeiro, estabelecimentos comerciais do Estado de São Paulo não podem mais exigir um valor mínimo para permitir que os consumidores paguem as compras com cartão de crédito ou débito. Na prática, o consumidor pode passar qualquer valor na moeda de plástico.

Para a FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), contudo, a Lei Estadual nº 16.120/2016, que faz essa proibição, “inviabiliza o exercício do comércio varejista”.

Leia aqui a matéria completa